Apesar dos perigos, poucos motociclistas tijucanos usam ‘antena corta pipa’

0
1582

Nesse período de clima seco e com bastante incidência de ventos, característica dos meses de junho, julho e agosto, inicia a temporada das pipas e com elas os perigos de acidente provocados pela linha de cerol.

Apesar de proibidos por lei, esses materiais cortantes ainda são muito utilizados, representando um risco, especialmente para quem anda de motocicleta.

O cerol é uma mistura de cola e caco de vidro, principalmente de lâmpadas fluorescentes, colocado em linhas grossas de pipas ou papagaios, com objetivo de cortar as linhas de outras pipas, derrubando-as.  Em contato com a pele, o cerol e seus assemelhados, como a “linha chilena” (versão ainda mais perigosa, que substitui o vidro por pó de alumínio), têm o mesmo poder cortante de uma navalha.

Apesar de não haver dados estatísticos oficiais a respeito, estudos apontam que, entre os motociclistas, de cada dez lesões, oito atingem a região entre o pescoço e a face. Em sua maior parte, as mortes são causadas pela grande perda de sangue decorrente de cortes profundos nas artérias que passam por essa região.

Com objetivo de proteger os condutores contra as linhas com cerol existem as antenas “corta pipa” e apesar de não eliminar o risco de acidente, o equipamento é o mais eficaz que existe. Essas antenas têm entre 65 e 70 cm de comprimento e são feitas de aço e uma lâmina na extremidade superior.

Em Ituiutaba parece que os condutores de motocicletas não estão preocupados com o risco eminente, pois de acordo com um levantamento feito pelo Jornal do Pontal, a venda do equipamento em lojas do ramo ainda é pequena.

Em Minas Gerais o cerol é proibido e a pena para quem for pego usando o produto é de três meses a um ano de prisão e pode responder pelo crime de lesão corporal culposa ou até por homicídio, ou pagamento de multa. Crianças e adolescentes flagrados soltando pipas com cerol podem ser encaminhados ao Juizado da Infância e da Juventude e os pais podem ser responsabilizados por deixar que seus filhos brinquem com substâncias perigosas.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here