Colégio de Presidentes da OAB/MG conta com a participação de 202 dirigentes subseccionais

0
Presidentes das Subseções do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba

O primeiro Colégio de Presidentes da gestão 2016/2018 foi aberto na quinta-feira, 7, com a presença do presidente do Conselho Federal, Cláudio Lamachia, do vice-presidente da OAB Federal, Luís Cláudio Chaves, do presidente da seccional mineira, Antônio Fabrício Gonçalves, de todos os diretores da OAB/MG. O advogado trabalhista Luís Carlos Moro proferiu palestra sobre gestão das OABs.

O evento contou ainda com a participação dos Presidentes do Tribunal de Justiça de Minas Gerais, Hebert Carneiro e do Tribunal regional do Trabalho 3ª Região, Júlio Bernardo do Carmo.

A diretoria da 44ª Subseção da OAB/MG foi representada por sua presidente, Dora Marquez Peres Drummond e pelo vice-presidente, Leandro Gonzaga Fernandes.

Edição histórica – A presença de 202 presidentes de subseção representa a maior participação de dirigentes subseccionais em todas as edições do Colégio de Presidentes nos 84 anos de Ordem Mineira. A vice-presidente da seccional mineira, Helena Delamonica, ressaltou a grande participação feminina: 45 presidentes.

Para o presidente Antônio Fabrício, o grande número de dirigentes de subseção neste Colégio de Presidentes demonstra que a OAB mineira permanece unida nos preceitos de fortalecimento da classe, de luta pelas prerrogativas profissionais e de interiorização da Ordem. “Este é o primeiro Colégio de Presidentes realizado pela Seccional Mineira nessa gestão e a partir de hoje serão feitos colégios regionais para aumentar a institucionalidade das ações da OAB no estado”.

De acordo com o presidente da 43ª subseção Governador Valadares, Elias Dantas Souto, o encontro é fundamental para que os dirigentes do interior conheçam os projetos implantados pela seccional, “que também podem ser propagados nas subseções”.

Suzana Bretas, presidente da 34ª subseção Itaúna, acredita que a aproximação entre as subseções é o principal objetivo do Colégio de Presidentes. “Muitos problemas são recorrentes. Por meio dos debates encontraremos soluções que possam ser utilizadas em várias unidades da OAB/MG”.

O presidente da 14ª subseção Uberaba, Vicente Ribeiro, disse que o evento é a comprovação de que a direção seccional é democrática. “Ao trazer os presidentes das subseções para BH podemos nivelar todas as informações e ações da OAB”.

Segundo Sanders Alves, presidente da 83ª subseção Contagem, o Colégio de Presidentes “é o momento para troca de experiências que, certamente, vão melhorar os serviços prestados à advocacia”. O Colégio de Presidentes prossegue nesta sexta-feira, 8.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY