Começa neste domingo a piracema

0
1627

Entre 1º de novembro a 28 de fevereiro a pesca é restrita por ser período da piracema. As restrições são as mesmas dos anos anteriores em proteção à reprodução dos peixes.

No Estado de Minas Gerais é permitida apenas a pesca com limite de quantidade para espécies exóticas (de outros países), alóctones (de outras bacias brasileiras), híbridos (produzidos em laboratório), além de poucas espécies autóctones (nativas da bacia). Os equipamentos permitidos durante o período de defeso são: linha de mão com anzol, vara, caniço simples ou carretilha ou molinete de pesca, com iscas naturais ou artificiais, sendo permitido três quilos de peixes mais um exemplar por dia. Para portar o equipamento de pesca e o pescado é importante que o pescador mantenha sua licença atualizada.

Fica proibido o uso de anzol de galha, pinda, espinhel, galão, cavalinho, caçador, joão bobo, anzóis múltiplos e chuveirinho ou quaisquer aparelhos fixos, os equipamentos de emalhar. É proibida a pesca para toda categoria e modalidade a menos de 500 metros a montante  (direção contrária ao sentido do rio) e a jusante (sentido em que corre o rio) da confluência da desembocadura de rios, lagos, canais e tubulações de esgoto.

Aos pescadores que infringirem as delimitações das portarias, poderão serem impostas medidas administrativas, cíveis e penais, com multa aplicada entre a faixa de R$ 276,07 a R$ 100 mil, sendo o infrator conduzido à delegacia por crime ambiental.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here