Fique atento para realizar boas aquisições na Black Friday

0
89

A Black Friday ocorre nesta sexta­-feira, 25, e as  lojas já começam a oferecer mercadorias a preços convidativos. Na internet não é diferente e as tentações precisam de uma atenção especial.

O evento se trata de uma megaliquidação, tradicional nos Estados Unidos, e que desde o ano de 2010, passou a integrar o calendário do comércio brasileiro e tem atraído um número cada vez maior de consumidores.

Quem vai as compras nesta oportunidade deve ficar atento a quatro pontos  importantes: é preciso fazer uma pesquisa antes  do dia da Black Friday, para saber se os preços estão mesmo mais baixos? o ideal é comprar apenas em lojas  conhecidas  e confiáveis? também é preciso verificar se o fornecedor trabalha com a política de troca? e pesquisar se há reclamações de clientes  sobre a loja.

A coordenadora do PROCON de Ituiutaba, Giselle Vieira de Souza, disse em entrevista ao Jornal do Pontal que é importante desconfiar de ofertas baratas demais, e de sites que exigem pagamento por depósito em conta bancária. “É interessante procurar sites com sistemas de pagamento seguro, além disso, é muito importante não utilizar a mesma senha do e-mail, bancos, entre outros. Essa é uma dica óbvia, mas que sempre vale a pena reforçar, pois e reutilização de senhas é um hábito que parece prático, porém é extremamente perigoso”, orientou.

Giselle ressaltou que o prazo legal de sete dias para o cliente se arrepender da compra, a contar da assinatura do contrato ou do ato do recebimento do produto ou serviço, vale para compras realizadas fora do estabelecimento comercial. “Também é preciso dizer a aqueles que compram pela internet que devem verificar a segurança do site e da rede ao efetuar transações. Vale também pesquisar a credibilidade das empresas nos sites de reputação e junto aos Procons. Compare preços e evite comprometer seu orçamento com dívidas”, finalizou.

O caminhoneiro, Marcos Paulo, afirma que já conseguiu achar preços vantajosos e adquiriu diversos produtos neste período. “Gosto de economizar, e fazendo boas pesquisas é possível realizar boas e seguras aquisições na Black Friday, esse ano não será diferente, pois deixei em reserva algumas economias para aproveitar os preços baixos”, contou.

Mas nem sempre a coisa da certo e pode gerar muita dor de cabeça. O publicitário, Arthur Bernardes, já quis aproveitar várias promoções e não gostou nada do que aconteceu. “Comprei um celular e recebi somente a caixa com dois mouses. Além disso, realizei compras em um site chinês e o produto também, infelizmente, nunca chegou”, relatou.

Direito – Apesar de ser uma excelente oportunidade para se comprar produtos e serviços com descontos acima do normal, a Black Friday também traz ao consumidor um aumento do risco de ter seus direitos violados, motivo pelo qual é preciso redobrar a atenção e reclamar eventuais desrespeitos. Tal violação pode gerar sanção administrativa ou judicial.

Talvez o direito do consumidor mais comum de ser violado nessa época é a proibição de publicidade enganosa, uma vez que não é raro, na Black Friday, a “maquiagem” de preços, ou seja, a tentativa de algumas lojas de induzirem o consumidor a acreditar que existe um desconto real, quando, na verdade, era o mesmo encontrado em período anterior ou correspondente à redução do preço para o valor que se encontrava antes de aumentos realizados no período que antecedeu a megaliquidação.

O consumidor precisa estar atento à existência de informações prévias, corretas, claras e precisas a respeito de eventual promoção decorrente de defeito no produto. A lei não veda a comercialização de produto defeituoso quando asseguradas essas informações.

Se não informado e vier a apresentar defeito, o estabelecimento comercial ou o fabricante deve consertar o produto em até 30 dias. Caso contrário, o consumidor poderá escolher entre trocar o produto por outro em perfeitas condições de uso, receber de volta a quantia paga, ou ter o abatimento proporcional do preço.

O consumidor tem o direito de se arrepender da compra no prazo de sete dias, contados da sua realização ou do recebimento do produto.

Toda informação ou publicidade integra o contrato que vier a ser celebrado e, nessa medida, possibilita ao consumidor exigir determinada oferta nos exatos termos em que lhe tiver sido feita. Com esses cuidados, é possível transformar a Black Friday em excelente oportunidade de compras.

Dúvidas podem ser esclarecidas no Procon de Ituiutaba através dos telefones: (34) 3271-8139, (34) 3271-8140 ou (34) 3271-8128, das 11h30 às 17h30.

A coordenadora do Procon de Ituiutaba, Giselle Vieira
A coordenadora do Procon de Ituiutaba, Giselle Vieira

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here