segunda-feira, dezembro 11, 2017

Secretaria de Planejamento lança cartilha com orientações de procedimentos

0

Atualmente existem 23 tipos de solicitações mais usuais na Secretária de Planejamento da Prefeitura de Ituiutaba. Entretanto, sem a tramitação clara nos processos, acaba por provocar certa demora na tramitação, por falta de conhecimento e informações necessárias e acessíveis aos próprios cidadãos interessados, principalmente quanto aos requisitos básicos para cada situação.
A partir dessa constatação, o secretário de Planejamento, Marcelo Vilela Cauli, resolveu promover inovações e mudanças no âmbito da pasta, visando principalmente oferecer agilidade e clareza na tramitação dos processos. O exemplo de campeão de solicitação é a liberação do número de imóvel. Na maneira antiga a pessoa chegava ao balcão à procura de informação. O servidor com a boa vontade faz as explicações da lista de exigências, entretanto, dificilmente as pessoas guardam todas as informações fornecidas. “Decidimos formalizar e padronizar essas exigências. Agora quando o cidadão chega à Secretaria de Planejamento, está a sua disposição, panfleto e cartilha de orientação, constando todas as informações referentes ao tipo de pedido que precisa dar entrada. Estas mesmas informações estão disponíveis no faceboock e site www.ituiutaba.mg.gov.br onde é possível ainda acompanhar o andamento do pedido protocolado”, disse o secretário.
De acordo com Marcelo Cauli, o principal sentido é desburocratizar e promover eficiência no andamento dos processos e solicitações, diminuindo pela metade os prazos de finalização dos pedidos. Com essas inovações na Secretaria de Planejamento, é possível constatar a redução do número de pessoas no balcão de solicitações, devido à facilidade causada pela informatização. Confira a entrevista com o secretário de Planejamento, da Prefeitura de Ituiutaba.
RAPIDEZ NA LIBERAÇÃO DA NUMERAÇÃO DO IMÓVEL
– Processamento digital. A solicitação de número do imóvel agora é totalmente digital. O contribuinte entrega a documentação solicitada, nós fazemos a digitalização, o que de certa forma oferece rapidez, uma vez que os setores por onde deve tramitar o pedido, estarão trabalhando, analisando e manifestando simultaneamente a solicitação. O melhor é que vai se fazendo a eliminação desnecessária de papéis entre os departamentos.
CAMPANHAS DE ORIENTAÇÕES SOBRE O ALVARÁ E CONSTRUÇÃO LEGAL
– Para prestar o bom atendimento à população, o primeiro passo é oferecer a informação correta. Assim como foram realizados os esclarecimentos no encarte contendo os requisitos básicos para solicitações de vários tipos de pedidos, também foram lançadas este ano duas campanhas: Comércio Legal e Construção Legal. Através de material informativo, entregues no comércio e indústria, foram repassadas orientações, conscientizando que a empresa legalizada participa do desenvolvimento da cidade e evita penalidades.
O Comércio Legal provoca a consciência da empresa em ter o alvará em dia. É uma forma de contribuir com a cidade, e a administração por sua vez, terá mais condições de prestar o serviço mais eficiente à população. Este procedimento é bom para o contribuinte e bom para o município.
Na campanha Construção Legal, a lógica é a mesma. Existe a demanda de construção de novas casas, seja por iniciativa dos cidadãos ou de empresários, lançando novas plantas e projetos. Ai está à importância do alvará de construção, pois é ele que determina as regras que precisam ser seguidas na hora de construir, ao mesmo tempo que se evita penalidades. Incentivamos que as pessoas construam com segurança e sem dores de cabeça.
REVISÃO DO PLANO DIRETOR
– O Plano Diretor é uma exigência legal da Constituição e da Lei do Estatuto das Cidades. A revisão que estamos fazendo estava prevista para 2016, e agora estamos fazendo, através de convênio parceria com a Facip/UFU, Observatório das Cidades. Este trabalho deve ser concluído ainda este ano. Exemplificando a importância dessa revisão, imaginamos quando uma pessoa ao conquistar o direito ao imóvel, moradia, precisa ter acesso básico ao exercício de sua cidadania, como acesso à saúde, segurança, educação. E o conceito básico de cidadania não basta ter a casa, precisamos integrar essas pessoas, cidadãos com os serviços existentes na cidade. O Plano Diretor dá as diretrizes para a expansão urbana como a existência de transporte com qualidade, segurança com qualidade, educação e saúde com qualidade. Então, resumindo, todas as pessoas têm direito a casa, mas também a cidadania.
PLANO DE MOBILIDADE URBANA
– Em 2017, a Secretaria de Planejamento lançou quatro grandes desafios. O primeiro é sistematizar os processos de atendimentos à população, levar as informações necessárias a elas. O segundo foi procurar dar todo o suporte a essa lei do Plano de Mobilidade Urbana. Ir e vir são direitos inalienáveis dos cidadãos e o foco principal são as pessoas neste processo. Antes o foco é nos carros e veículos em geral. Atualmente a prioridade é o ser humano. Devemos permitir e oferecer o transporte público e de qualidade, vias urbanas para o trânsito de veículos, e principalmente segurança às pessoas que andam a pé ou aqueles com dificuldades de locomoção e necessidades especiais. Devemos adaptar as calçadas a nova legislação para atender a essas pessoas. O terceiro é o Plano Diretor, e estamos executando a revisão para garantir segurança na expansão urbana com qualidade de vida. O quarto e último desafio é o Projeto Minha legal. Existem várias pessoas em imóveis não regularizados, e o prefeito Fued Dib tem a preocupação especial em resolver essa situação. Então, precisamos dar a segurança jurídica a essas pessoas, que o imóvel ao qual elas têm posse, irão permanecer com elas. Estamos trabalhando e acreditamos que em breve estaremos lançando este projeto à população. Acreditamos que existam mais de duas mil pessoas em nossa cidade esperando conquistar o direito a essa segurança jurídica no imóvel.

Prefeitura injeta quase 12 milhões na economia com pagamento da folha e antecipação integral do 13º salário

0

O equilíbrio nas finanças e o cumprimento rigoroso no planejamento adotado desde o início do ano, possibilitaram a Prefeitura de Ituiutaba, liberar nesta quinta-feira, 30, o pagamento integral do 13º salário e a folha referente ao mês de novembro. Para o prefeito Fued a decisão projeta impacto positivo na economia do município de aproximadamente R$12 milhões. A decisão coloca o município à frente de centenas de municípios mineiros e do próprio Governo de Minas, que ainda não sabem ou não definiram a programação e a escala para pagamento do benefício aos servidores públicos.
Fued entende que a liberação dos valores neste momento, se deve ao esforço da atual administração, que mesmo diante das dificuldades herdadas da gestão anterior, está conseguindo colocar a casa em ordem e honrar compromissos com as dívidas de restos a pagar (R$10.951.073,21), saldo devedor com fornecedores, precatórios, liminares, convênios sociais junto às entidades e rescisões trabalhistas de servidores do mandato anterior.
Apenas com precatórios, a atual gestão fez até o momento o pagamento de quase 1 milhão de reais. Em relação aos restos a pagar inscritos, mais de 90% estão quitados (R$9.784.000,00). Por orientação do próprio prefeito Fued, o pagamento de convênios com entidades assistenciais está em dia. Sendo que somente durante o mês de janeiro deste ano, foram quitadas as rescisões trabalhistas com servidores da gestão anterior. Todo este esforço e rigor contábil, não prejudicou funcionalismo, que teve reposição salarial em 2017 e está recebendo rigorosamente em dia.
Os valores pagos pela Prefeitura de Ituiutaba, nesta quinta-feira, 30, com 13º salário e folha de novembro (incluindo aposentados e pensionistas), perfazendo o total de R$11.816.762,07 (Onze milhões oitocentos e dezesseis mil e setecentos e sessenta e dois reais) tem efeito imediato na economia local. Abalado pela forte crise econômica que assola o país, o comércio tijucano ganha certa animosidade com o aumento nas vendas em lojas, bares, restaurantes e supermercados.
O prefeito lembra que o primeiro ano de mandato para qualquer gestão é voltado para colocar a casa em ordem, sem perder o foco no futuro, e sempre nas constantes reuniões com o secretariado, reforça o pedido para que haja esforço individual e então consiga vencer os desafios. A Prefeitura de Ituiutaba tem o compromisso de trabalhar dentro dos três pilares: inovação, planejamento e trabalho para consolidar e alcançar a eficiência na gestão.
Contrapondo a situação econômica de Ituiutaba com outras cidades
Em razão da grave crise econômica vivida pelas prefeituras, recentemente mais de 300 prefeitos e 200 vereadores a participarem da reunião “Mobilização em Defesa da Pauta Prioritária dos Municípios Mineiros” com a bancada mineira de deputados federais, convocada pela Associação Mineira de Municípios (AMM) e realizada no dia 6 de novembro no auditório do CREA-MG, em Belo Horizonte.
Os representantes dos municípios mineiros se mostraram preocupados e à beira de um colapso no atendimento e na infraestrutura, sem saber como vão pagar o décimo terceiro salário, entre outras demandas. Ao governo federal, os gestores clamam por mais recursos, e ao Estadual, a quitação dos débitos com os municípios, que alcança a cifra de R$ 3 bilhões.
E em relação à situação econômica de Minas Gerais, na quarta-feira, 29, o governador de Minas Gerais, Fernando Pimentel (PT), tirou da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) a decisão exclusiva de priorizar os pagamentos do Estado e resolveu, ele mesmo, com maior participação da Secretaria de Estado de Governo (Segov), assumir a responsabilidade pelos compromissos financeiros do Executivo. A medida foi adotada após o estado promover um atraso recorde no depósito da segunda parcela do salário de parte dos servidores públicos estaduais.

Paulo Sérgio Martins recebe o Mérito Empresarial 2017

0

Como ocorre anualmente, a Federaminas realizou o Congresso das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais, no Grande Hotel Termas de Araxá, e no dia 25 de novembro, empresários de destaque, personalidades e empresas receberam o Mérito Empresarial 2017.
A Associação Comercial e Industrial de Ituiutaba – ACII, por meio de votação de seus associados, indicou Paulo Sérgio Martins e sua esposa Mirilane Marques Martins, empresários no segmento de pet shop, que receberam a homenagem da Federaminas.

Prefeitos se reúnem para resolver pendências para funcionamento do SAMU

0

Prefeitos da região do Triângulo Norte se reuniram na quarta-feira, 29, na sede da ACIUB em Uberlândia. Promovida pelo CISTRI-AMVAP, a reunião serviu para tratar da implantação do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU.
Na oportunidade, o ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha, fez uma explanação sobre o funcionamento e a importância do SAMU para dezenas de cidades da região, num estudo já apresentado ao governo do estado.
Segundo o presidente da AMVAP – Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba, e prefeito de Ipiaçu, Leandro Luiz (Léo da Rádio), toda estrutura para o seu funcionamento já está pronta, inclusive com as ambulâncias, faltando apenas resolver questões políticas que se tornaram entraves para o funcionamento.
Várias lideranças usaram da palavra, afirmando a necessidade de uma maior união para resolverem questões de suma importância para que realmente possa atender a população da região.
Além dos prefeitos da região e secretários de Saúde, participaram ainda representantes da ACIUB, Corpo de Bombeiros, vereadores, UFU/Hospital de Clínicas, e governo do estado, representado por Margonari Marcos, secretário executivo de Minas Gerais.

Votação do projeto sobre administração do PS é adiada

0
Foto: Jânio Cláudio/Jornal do Pontal

Ficou adiada a votação em segundo turno do projeto de Lei CM 85/2017 do Executivo, enviado à câmara, que autoriza a Prefeitura de Ituiutaba e o Fundo Municipal de Saúde a instaurarem processo licitatório, visando a contratação de pessoa jurídica, para prestação de serviço de Pronto Atendimento de Urgência e Emergência, nas dependências do Pronto Socorro Municipal de Ituiutaba.
O adiamento se deu por conta de um pedido de vista do projeto requerido pelo vereador Juninho da JR, que disse não ter tido tempo hábil de fazer uma análise mais minuciosa do mesmo.
“Dada a importância deste projeto para a comunidade e observando o que foi feito em outras cidades com projetos semelhantes, pude notar que esse procedimento não deu muito certo. Dessa forma, acredito que seja melhor que haja uma análise mais minuciosa do mesmo, e, por isso, peço a vista do projeto, para que possamos nos inteirar sobre os seus detalhes e, posteriormente, proceder a sua votação”, disse Juninho.
A vereadora Gabriela Ceschim afirmou que o projeto se caracteriza como uma tentativa do Executivo em melhorar o atendimento no Pronto Socorro, numa cogestão em que a administração municipal será tão responsável quanto a empresa que ficará à cargo da administração da unidade.
“Esse projeto é uma tentativa de melhorar o atendimento de saúde pública em Ituiutaba e dois auditores ligados à Secretaria Municipal de Saúde estarão dentro do Pronto Socorro, um médico e um funcionário administrativo, para que se possa fazer uma fiscalização, e se não der certo a execução deste projeto, há uma cláusula que permite o descontrato do mesmo”, afirmou a vereadora.
O vereador Joseph Tannous disse que a discussão é necessária, para que se esclareçam possíveis dúvidas que surgirem sobre o projeto, antes que ele seja votado em definitivo pela câmara.
“Muitas vezes, as dúvidas são fatores de discussão do Legislativo, pois depois de votado não adianta discutir mais, e é isso que deve ser feito, pois devemos realizar esta reunião extraordinária para esclarecer esses questionamentos”, observou Tannous.
Na oportunidade, foi também pedida a presença do secretário de Saúde de Ituiutaba, Elias Hércules, e do procurador do município, Alessandro Martins, durante a realização da reunião da próxima sexta-feira, para que seja feita uma explanação sobre as particularidades do projeto.
O presidente da câmara, Odeemes Braz, procedeu o deferimento do pedido de vista do vereador Juninho da JR, e decidiu pelo adiamento da votação em segundo turno do projeto, após serem ouvidos os convidados, caso possam eles tenham disponibilidade de comparecer à reunião.

Secretário esclarece projeto de administração do Pronto Socorro

0
Foto: Jânio Cláudio/Jornal do Pontal

O secretário municipal de Saúde de Ituiutaba, Elias Hércules Neto, reuniu-se com a imprensa para esclarecer pontos pertinentes ao projeto em tramitação na Câmara Municipal sobre a nova modalidade de administração da Unidade de Pronto Atendimento Municipal de Ituiutaba.
O projeto de Lei CM 85/2017 do Poder Executivo, em análise na Câmara Municipal, autoriza a Prefeitura de Ituiutaba e o Fundo Municipal de Saúde, a instaurar processo licitatório, visando a contratação de pessoa jurídica, para prestação de serviço de Pronto Atendimento de Urgência e Emergência, nas dependências do Pronto Socorro Municipal de Ituiutaba.
Durante a coletiva, Elias Hércules, esclareceu que todo o processo foi acompanhado pelo corpo administrativo e médico do Hospital São José, objetivando com a mudança, melhores condições de atendimento à comunidade.
“Antes de tudo, é bom lembrar que nós não temos um Pronto Socorro, mas sim um Pronto Atendimento, e esta unidade só se tornará um Pronto Socorro quando for associada ao Hospital São José, pois para ser um Pronto Socorro a unidade tem que oferecer a possibilidade de realizar cirurgia, internação e UTI, por exemplo. E quando necessitamos de tratamento para pacientes de maior complexidade, necessitamos solicitar vaga ao HSJ. Desta forma, imagina-se que se a administração do atendimento também for feita pelo HSJ, fica mais rápido esse atendimento, o que beneficia a comunidade”, disse o secretário.
Elias disse ainda que antes de ir para a votação em dois turnos na Câmara, houve diversas reuniões com a direção do hospital e o Conselho Municipal de Saúde, para que houvesse uma consulta pública para a posterior tramitação e aprovação do projeto.
“Fizemos reuniões com os representantes do CMS e com a direção do HSJ para que o projeto fosse levado a público como forma de discutir sua viabilidade e para que nossa meta fosse atingida, que é uma maior agilidade no atendimento à população, porque quem vai fazer o primeiro atendimento é aquele que vai fornecer a vaga para internação ou cirurgia, que no caso é a equipe do HSJ”, garantiu Elias Hércules.
Ainda segundo o secretário, uma das principais características do projeto é garantir a agilidade no atendimento, sem vantagens financeiras para a prefeitura ou para o hospital.
“O que nós queremos é diminuir o trânsito do paciente para a internação e cirurgia, sem que haja vantagens financeiras para ninguém”, afirmou o secretário, que ressaltou que as despesas da Secretaria estão funcionando bem e sua resolubilidade está dentro do esperado.
Elias disse ainda que este contrato entre o HSJ e a prefeitura pode ser defeito a qualquer momento, se houver falta de efetividade do mesmo.
“É bom deixar claro que este contrato que será firmado entre a prefeitura e o Hospital São José pode ser desfeito a qualquer momento por ambas as partes, caso não haja efetividade do que é previsto para acontecer não ficando nenhuma das partes obrigadas a ficar no contrato por um período determinado. Porém, um prazo para a regularização da situação poderá ser pedido por ambas as partes, caso haja algum problema durante a execução do contrato”, observou ele.
Ainda segundo o secretário, não há protelação no prazo do contrato, ou seja, a expectativa é que, se seguidos os trâmites burocráticos, o mais rápido possível para que aconteça a licitação, após sancionada a lei do projeto pelo Executivo.
“Vale ressaltar que a Secretaria de Saúde manterá todos os ônus que tem hoje, cabendo ao HSJ somente a administração na facilidade de resolver a situação dos pacientes, e sua autonomia será até certo ponto, pois teremos um médico regulador lá dentro e uma pessoa do administrativo para acompanhar a contabilidade da administração. Não existe demissão de servidores públicos efetivos, o que pode acontecer é a transferência de alguns servidores para outros setores da prefeitura”, garantiu o secretário.

Vereador requer audiência pública para discutir problemas da UEMG

0
Foto: Jânio Cláudio/Jornal do Pontal

O vereador de Ituiutaba, Renato Moura (PSD), apresentou na reunião da última segunda-feira, 27, um requerimento, aprovado por unanimidade, solicitando a realização de uma audiência pública para discutir a situação do Campus Ituiutaba, da Universidade Estadual de Minas Gerais – UEMG.
Na semana passada, mais precisamente no dia 23 de novembro, uma comitiva de Ituiutaba composta pelos vereadores Renato Moura (PSD), Odeemes Braz (PSDB) e Gilson Borges (PP), além do prefeito Fued Dib e de representantes dos alunos, esteve em Belo Horizonte acompanhando o deputado estadual Antônio Lerim (PSB), para buscar informações sobre a real situação da UEMG de Ituiutaba.
“Em Belo Horizonte tivemos a oportunidade de conversar com o secretário de Estado de Ciências, Tecnologia e Ensino Superior, Miguel Corrêa e com representantes daquela secretaria, onde pudemos constatar que o Campus da UEMG em Ituiutaba é uma verdadeira Caixa Preta que precisa ser aberta”, justificou Renato Moura.
Ele mencionou ainda, algumas críticas que os vereadores receberam nos últimos dias através das redes sociais, contestando o papel do Legislativo Municipal neste processo. “Estão dizendo que não é da competência dos vereadores, interferir nesta questão que envolve uma instituição do Estado. Eu afirmo que, se é do interesse da população, e como representantes eleitos pelo povo, nós vereadores temos sim que nos envolver e buscar soluções para este problema”, afirmou.
O vereador Joseph Tannous (DEM) completou lembrando que na época do processo de estadualização, a Câmara Municipal de Ituiutaba foi muito atuante e teve uma participação decisiva no processo político que envolveu ainda nomes como os dos ex-deputados Samir Tannús e Romel Anísio Jorge, o reitor da UEMG na época, Aluísio Pimenta, entre outros. “Foi a ação política que trouxe a UEMG para Ituiutaba. E a presença dos vereadores agora em Belo Horizonte é também uma importante ação política”, disse.
O presidente da Câmara Municipal de Ituiutaba completou lembrando que a Universidade Estadual de Minas Gerais tem, para o município e região, a importância de uma “indústria sem chaminés”, que gera emprego, movimenta o comércio e a economia como um todo. “Independente de se tratar de uma instituição ligada ao Estado ou mesmo se fosse ligada à União, desde que seja de interesse da população, cabe sim a esta Casa e aos vereadores, buscar a melhor solução para o problema”, afirmou.

Governo garante que a Risoleta Neves não será fechada

0
Foto: Jânio Cláudio/Jornal do Pontal

Dezenas de professores e pais de alunos com deficiência lotaram o Auditório da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) contra o fechamento das escolas estaduais especiais. Ituiutaba esteve presente, na sexta-feira, 24, na audiência pública promovida pela Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência. “É preciso garantir a manutenção das escolas, afastar esse fantasma que fica rondando. A possibilidade de fechamento, não admitimos. As escolas especiais são uma conquista da população e nós queremos que cresçam, que as escolas se fortaleçam, que abram mais vagas, que recebam mais recursos, que contratem mais efetivos, mais servidores para poder atender cada vez mais com qualidade todas as pessoas com deficiência. É isso que a gente quer e vai continuar cobrando!”, destacou o deputado estadual Elismar Prado (PDT), autor de requerimentos e da visita técnica da comissão em defesa da escola.
A subsecretária de Estado de Educação Básica, Augusta Mendonça, garantiu que as escolas especiais não serão fechadas. Apesar da afirmação, a angústia ainda é grande e o deputado Elismar Prado afirmou que acompanhará cada encaminhamento para garantir o direito das pessoas com deficiência à educação de qualidade e de forma adequada.
“Estamos muito aflitos e preocupados com o futuro dos nossos jovens e crianças que estão nas escolas de educação especial”, destacou a diretora da Escola Estadual de Educação Especial Risoleta Neves, Katiuce Ribeiro.
Cientes dos benefícios que a política de educação inclusiva pode trazer aos alunos com deficiência aptos a frequentar as escolas regulares, os deputados destacaram, contudo, que, devido à diversidade de limitações que atingem essa parcela da população, é impensável abrir mão das escolas especiais neste momento, já que as escolas regulares não estão preparadas para receber os alunos com deficiências. “A família tem que ter o direito de escolher”, acrescentou Elismar.
Transformação de escolas especiais em centros de referência
Além de garantir que não há orientação para a interrupção do trabalho nessas instituições, a subsecretária disse que será montado um grupo de trabalho para estudar a possibilidade de algumas escolas de excelência serem transformadas em centros de referência em educação especial. A ideia é que eles possam não só contribuir para a aprendizagem das pessoas com deficiência, como subsidiar a formação de profissionais para o setor.
Pais podem escolher entre escolas regulares e especiais no ato da matrícula
Sobre os relatos de que instituições especiais estariam sendo impedidas de realizar novas matrículas de alunos, Augusta afirmou se tratar de um mal entendido. Segundo ela, existe a diretriz para que os responsáveis inscrevam, prioritariamente, seus filhos em escolas regulares. No entanto, aqueles que não concordarem, devem comunicar essa decisão às Superintendências Regionais de Ensino. Para contornar o problema serão organizadas, já a partir dessa semana, reuniões com representantes das escolas especiais, para que qualquer mal-entendido seja esclarecido e a demanda, resolvida.

Dezenas de pessoas participaram da Caminhada Passos que Salvam

0
Foto: Jânio Cláudio/Jornal do Pontal

Foi realizada no domingo, 26, com saída da Avenida José João Dib, a Caminhada Passos que Salvam, promovida pela Associação de Combate ao Câncer de Ituiutaba – AVCCI e parceiros.
A caminhada teve como objetivo promover a conscientização sobre a importância da prevenção ao câncer, doença incurável que, se não tratada adequadamente e precocemente, vem matando milhares de pessoas todos os anos.
Na oportunidade, antes de acontecer a caminhada, houve uma concentração com café da manhã, com produtos conseguidos por meio de doações de parceiros do evento.
Também antes do início da caminhada, os participantes passaram por aferição de pressão arterial e teste de glicemia, realizados pela equipe da Rede de Farmácias Cruzeiro. Estiveram ainda apoiando o evento a Center Bike, os responsáveis pelo Encontro de Carros Antigos, Liv Planos para Vida, Primulla Nutrição e Estética, Lions Clube Ituiutaba 21 de Abril, Bom Dia Panificadora, Supermercado Supra, Nova Elétrica, Posto Itamaraty, Unicar, Stylos Móveis, Trio Elétrico Explosão, entre outros.
A presidente da AVCCI, Maria Aparecida Rosa Mian, lembrou aos presentes que este momento se caracteriza como uma forma de alertar a comunidade para a prevenção ao câncer.
“Ficamos muito felizes em ver tantas pessoas reunidas em torno de uma causa tão importante, como é esta da prevenção ao câncer. Precisamos ter em mente que somente através da dedicação e empenho de todos poderemos vencer essa doença, que todos os anos ceifa muitas vidas, principalmente de nossas crianças, que merecem todo o nosso cuidado para que possam vencer esta doença”, disse Maria Aparecida.

Dione recebe o Mérito Empresarial do Ano 2017 pela Federaminas

0

O proprietário do Oba Supermercado, em Santa Vitória, Dione Ferreira de Paula, recebeu na noite de sábado, 25, mais uma homenagem, desta vez, a nível estadual. A medalha Mérito Empresarial 2017, foi concedida ao empresário, através da Federação das Associações Comerciais e Empresariais de Minas Gerais (Federaminas).
Os empresários do ano tiveram seus nomes escolhidos pelas associações comerciais por se destacarem em suas cidades na atividade nas empresas, na participação no movimento associativo e em ações de interesse de suas comunidades.
De acordo com o presidente da Federaminas, Emílio Parolini, os indicados para receber o diploma e a medalha do Mérito Empresarial 2017 são reconhecidos por gerar empregos e criar riquezas em suas regiões, prestando, assim, a sua parcela de contribuição ao desenvolvimento econômico e social do estado e do país.
Na ocasião da solenidade, Dione estava acompanhado da esposa Viviane Cristina Severino e do presidente da ACISV, Clóvis Batista Gonçalves.
Quanto ao prêmio de Mérito Empresarial de 2017, Dione dedica a homenagem à esposa Viviane, funcionários da empresa, fornecedores e, principalmente, aos clientes que sempre acreditaram no empreendimento. “Sinto-me muito honrado em representar Santa Vitória na premiação da Federaminas, e é com muito orgulho que recebo a medalha de Mérito Empresarial 2017”, destacou.

MAIS LIDAS