Saudade é o sentimento que fica, por Tereza Martins Bezerra

0

Há sete anos os fiéis da Paróquia São Francisco de Assis estão sob a guarda, proteção e orientação espiritual do Pe. Luiz Fabiano Reginato.

Bastante jovem, este Sacerdote surpreendeu a comunidade que, ao saber de sua pouca idade, imaginou-o imaturo para tão importante missão: a de conduzir este numeroso rebanho que, apesar da fé, possui inúmeras fraquezas. Dotado de grande responsabilidade, zelo, comprometimento, dedicação, coragem e fé, tornou-se um gigante em pouco tempo.

E agora, para surpresa nossa, este filho de Deus irá servir em outro município: Centralina. Resta-nos a saudade. Todavia, o que de bom ele fez, permanecerá! Sem detalhar as benfeitorias realizadas na parte física da Igreja, o que encantou os fiéis foi o zelo que ele sempre teve com tudo e com todos. Desde a ornamentação dos altares, da escolha dos cânticos à preparação da homilia, tudo acontece sob sua coordenação, dando ideias e sugestões. Preside ou participa das reuniões de todos os ministérios e ainda lhe sobra tempo para ministrar A Escola da Fé, aberta a todos. Sem falar na sua voz afinada e versátil, que o faz formar duetos com alguns cantores do ministério de música e ensinar “musiquinhas” às crianças da catequese e outras crianças, na Missa das crianças. Falar sobre o Pe. Luiz Fabiano exigiria um redator com fluência e grande conhecimento de nossa língua, para discorrer sobre esse religioso dedicado, amoroso e cuidadoso com o seu rebanho.

Obrigada, bom Pastor, pelos ensinamentos, pelo carinho, dedicação e propósito de encaminhar seu rebanho para a vivência cristã. Felicidades e muitas bênçãos de Deus em sua nova missão. Parabéns ao povo de Centralina, pelo iluminado Pastor que o Espírito Santo enviou a esta cidade, por meio de nosso querido Bispo, Dom Irineu Andreassa! Ao novo pároco, Pe. Leandro Costa, votos de boas-vindas! A Comunidade Franciscana o receberá com carinho e alegria, apesar da saudade do Pe. Luiz Fabiano, para quem deixo esta mensagem de Santo Agostinho, como incentivo à sua nova missão: Ter fé é assinar uma folha em branco e deixar que Deus nela escreva o que quiser.” Meus sinceros agradecimentos pelo apoio, orientação e acolhida quando o procurava.

Tereza Martins Bezerra

Pedagoga, pós-graduada em magistério de 3º grau

e bacharela em Direito

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY